X

Para os sites dos países

França
onet.fr
Suíça
onet-suisse.com
Luxemburgo
onet.lu
Espanha
onet.es
Estados-Unidos
epm-inc.com

Início da parceria oficial Onet x Fabrice Amedeo pela preservação dos oceanos

Após várias semanas de espera, o barco da classe Imoca de Fabrice Amedeo pôde enfim retomar o seu papel, em um momento de crise sanitária. A partida do monocasco marca oficialmente a parceria entre a Onet e o capitão Fabrice Amedeo.

 

A Onet decidiu firmar uma parceria de 3 anos com Fabrice Amedeo, simbolizada pelo fornecimento de um sensor oceanográfico. Navegador, jornalista e participante de diversas competições oceânicas internacionais, como a Vendée Globe, Fabrice é o porta-voz da empresa no combate ao aquecimento global.

O sensor instalado no barco do capitão, composto de diversos módulos que coletam dados sobre a salinidade da água, o nível de CO2 ou mesmo o teor de fitoplâncton, desempenha uma função inédita, já que as informações são registradas em alto-mar, em locais onde os barcos científicos passam uma vez a cada 10 anos.

 

Essas análises permitirão desenvolver um modelo para estudar a evolução do clima e os níveis de poluição dos oceanos, ajudando a preservar a biodiversidade.

 

Fabrice Amedeo nos conta as últimas novidades antes da grande partida

Trabalho encerrado, barco pronto, afixação do logotipo da Onet, primeira regata da temporada anunciada: sinal verde para Fabrice Amedeo, que está ansioso para retomar as atividades e coletar dados dos oceanos a partir de 4 de julho na competição Vendée-Arctic-Les Sables d’Olonne. Essa nova corrida oceânica de 3.600 milhas, que começa e termina em Les Sables d’Olonne e passa pelo Círculo Polar Ártico, servirá como um ensaio geral antes da competição Vendée Globe 2020-2021, marcada para 8 de novembro em Les Sables d’Olonne.

 

Após diversos ajustes, o barco mostra bom desempenho, confiabilidade e ergonomia. A ponte de comando do barco, que já tinha bastante cobertura, foi estendida até a popa dele, permitindo ao capitão se abrigar dos respingos de gelo dos mares do sul.

 

Os lemes do barco e o sensor oceanográfico são esperados na próxima semana em Lorient.

 

Os lemes estão no estaleiro da Persico, em Bérgamo, no norte da Itália. O cronograma de preparação do barco está sendo mantido. Aguardamos também os elementos do sensor oceanográfico, que chegarão da Alemanha na próxima quinta-feira. Assim que os lemes e o sensor estiverem instalados, poderemos começar a navegar, a retomar o treinamento e a fazer os primeiros testes do módulo de medição de microplásticos”, se alegra Fabrice.

Foco no desenvolvimento do sensor oceanográfico

Um novo módulo foi instalado no sensor oceanográfico. Além de medir o nível de CO2, a salinidade e a temperatura da superfície dos oceanos, ele possibilita a coleta de microplásticos.

 

Esse é um grande ponto positivo para os parceiros científicos que nos acompanham neste projeto de análise e preservação. As rotas de Fabrice o levam a áreas onde raramente se tem acesso.

 

Esse projeto de oceanografia, iniciado no ano passado pelo capitão Fabrice com a ajuda da Onet, ganha impulso à medida que nos aproximamos da competição Vendée Globe, cujo percurso nos permitirá recolher dados valiosos. As medições serão disponibilizadas à comunidade científica internacional, com o objetivo de proporcionar uma melhor compreensão dos impactos do aquecimento global e da poluição nos oceanos.

 

Saiba mais sobre os testes de conformidade realizados pelo barco da classe Imoca: