Onet no Brasil, pronta para decolar!

Apesar da complexidade do contexto sanitário e econômico internacional, nossa trajetória e nossas projeções de crescimento para 2020 se mantêm no setor de transportes no Brasil, principalmente nos segmentos aeroportuário e de transporte público. No Brasil, atuamos em 11 aeroportos e queremos ampliar a nossa participação nos próximos meses.

Onet au Brésil

O nosso grupo já atua nos quatro maiores aeroportos do país – São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Fortaleza.

 

Após uma onda de privatizações, a ENAIRE – organismo encarregado da gestão de aeroportos e do tráfego aéreo na Espanha –, assumiu a gestão de seis plataformas aeroportuárias no nordeste do Brasil

A Onet assume os serviços de limpeza

Somos responsáveis pelos serviços de limpeza, desinfecção, triagem e manutenção dos carrinhos de bagagem dos seis aeroportos.
Eles concentram, sozinhos, 6,5% da circulação aérea do país, com um tráfego acumulado de 13,8 milhões de passageiros em 2019.

Operamos em terminais de passageiros e de carga.

 

Novos serviços

Os novos serviços variam de um aeroporto a outro, de acordo com o perímetro dos contratos e as licitações. Assim, no aeroporto internacional de Guarulhos, em São Paulo, atuamos na limpeza mecanizada das pistas. Em 2020, assinamos um contrato de gerenciamento e limpeza dos carrinhos do aeroporto de Congonhas, em São Paulo.


Também prestamos serviços de manutenção de edifícios, frota de veículos, esteiras de bagagens e jardinagem em dois aeroportos gerenciados pelo grupo Fraport no Brasil: No aeroporto de Fortaleza, no Ceará, e no aeroporto de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Este último contratou os nossos serviços para a manutenção da estação de tratamento de efluentes.

 

A Onet Limpeza e Serviços está plenamente integrada ao setor aeroportuário brasileiro

A partir de agora, contamos com 11 clientes no setor aeroportuário brasileiro, onde atuam mais de 600 funcionários. Previstas para 2021, as privatizações do setor devem trazer novas perspectivas, quando 22 terminais serão objeto de concorrência nas regiões sul, norte e centro-oeste.